Tag: Girona

sorveteria Rocambolesc em Girona

Rocambolesc, Girona

Na linda cidade de Girona nasceu Rocambolesc, um doce projeto tocado pelo mestre dos doces Jordi Roca, um dos talentosos irmãos Roca do Celler de Can Roca, eleito várias vezes melhor restaurante do mundo.

Jordi é responsável pelas sobremesas servidas no Celler de Can Roca. Quando ele assumiu a responsabilidade pelos pratos doces do restaurante, sentiu falta do antigo carrinho de sobremesas, e pensou que seria divertido percorrer as ruas de Girona vendendo sobremesas em um carrinho parecido. Como a legislação municipal não permitia esse tipo de venda ambulante de comida, o projeto mudou levemente, adotando um endereço fixo no centro de Girona. Nasceu a sorveteria Rocambolesc.

Rocambolesc, Girona

A sorveteria é bastante pequena. Sua decoração lúdica é cheia de rodas e válvulas, como se fosse algum tipo de nave espacial, de submarino ou de máquina do tempo. Os sorvetes podem ser comidos no local ou, se o tempo o permitir, percorrendo o centro de Girona.

Rocambolesc, Girona

No alto do balcão, um cartaz apresenta os sabores disponíveis no dia para quem vai tomar uma casquinha ou copinho. A seleção de sabores muda ao longo do ano. No dia que visitamos o Rocambolesc, os sabores oferecidos erão: chocolate, cereja e flor do sabugueiro, iogurte, coco com violeta, e maçã ao forno. Uma combinação de sabores tradicionais e muito criativos.

É importante salientar que o sorvete da Rocambolesc não é do tipo que se serve com uma colher. Ele sai diretamente de uma máquina, no estilo dos sorvetes servidos nas lanchonetes de fast-food. Sua consistência é cremosa. A máquina está conectada com o lugar onde são armazenados os diferentes sabores de sorvete, que são elaborados diariamente.

Rocambolesc, Girona

A seleção de toppings não parece terminar nunca: bolacha amanteigada, bolacha de chocolate, cacau, maça caramelizada, maça cozida, marshmallow de limão e abacaxi, marshmallow de violeta, marshmallow de flor, amêndoa torrada, bolas de framboesa, bolas de maracujá, coco ralado, doce de leite… e muitos mais!

Rocambolesc, Girona

Para quem mora em Girona ou tiver uma geladeira no hotel ou apartamento, é possível aproveitar para se aventurar no freezer com copos de meio litro de sorvete. É nos copos grandes onde você vai encontrar os sabores mais exóticos da sorveteria.

Rocambolesc, Girona

Já pensou em um sorvete de pão torrado com azeite?

Rocambolesc, Girona

A felicidade é algo fácil de se achar na Rocambolesc. Seja qual for sua escolha (os picolés de vários sabores também merecem sua atenção), o certo é que você vai sair da Rocambolesc muito feliz. Culinária de alto nível, e que não provoca nenhum estrago no seu orçamento, é tudo de bom!

Como chegar na Rocambolesc

A Rocambolesc original fica no Carrer de Santa Clara, 50, no centro histórico de Girona (veja sua localização no mapa aqui). Está perfeitamente localizada para poder ser visitada durante qualquer percurso pela muito recomendável cidade de Girona.

De domingo a quinta, a loja abre de 12h a 22:30h. Às sextas e aos sábados, abre de 12h a 23h.

O sucesso da Rocambolesc cresceu e agora pode ser encontrada também na cidade de Platja d’Aro (na Costa Brava), em Barcelona e em Madri.

Pode ver informações atualizadas sobre a Rocambolesc e todas suas unidades no site oficial da sorveteria.

A opinião do passaporte BCN

Se você gosta de sorvete, não há como perder a chance de conhecer uma sorveteria que é o projeto pessoal de um dos maiores nomes no doce mundo das sobremesas.

O passaporte BCN comeu na Rocambolesc de forma anônima, pagando todos os gastos relacionados com os sorvetes.

[pinit count="horizontal"]

restaurante Can Roca, Girona

restaurante Can Roca, Girona

O Celler de Can Roca, o restaurante dos talentosos irmãos Roca, na cidade de Girona, já foi eleito várias vezes como melhor restaurante do mundo. Para almoçar ou jantar nele, não basta contar com um orçamento generoso. Também será necessário ter muita sorte, uma vez que o agendamento das refeições é feito com uma antecedência de onze meses, e nem sempre é possível encontrar disponibilidade.

restaurante Can Roca, Girona

Mas o presente texto não está dedicado ao Celler de Can Roca e sim ao Can Roca, o quase vizinho restaurante onde a história dos três irmãos Roca começou. O exterior do restaurante não deixa lugar a dúvidas: abandonamos o território da culinária sofisticada e de vanguarda que tem o mundo rendido aos seus pés para percorrer o território mais familiar da culinária espanhola, tradicional e caseira.

Sem que possa nem remotamente ser descrita como uma alternativa à sublime experiência do Celler de Can Roca, o Can Roca é uma curiosidade para quem estiver em Girona no horário do almoço. Continue lendo para saber mais sobre nossa experiência low-cost no mundo da família Roca!

restaurante Can Roca, Girona

Montserrat e Josep, pais de Joan, Jordi e Josep, abriram o Can Roca em 1967. Era, e continua sendo, um restaurante simples, de culinária tradicional. Os irmãos Roca moraram com seus pais no andar acima do restaurante. Hoje o restaurante continua sendo tocado por doña Montserrat. A equipo do Celler do Can Roca costuma almoçar no Can Roca antes de começar o serviço de comidas no Celler. Por isso, se você almoçar no restaurante, que não é muito grande, não se surpreenda com as idas e vindas dos funcionários do Celler, con suas camisetas pretas.

Visitamos o Can Roca no horário do almoço, quando é servido um menú del día que, por menos de 12€, inclui uma entrada, um primer plato, um segundo plato e uma sobremesa, além da bebida. A lista das opções incluídas no menu pode ser vista em um pequeno cardápio que fica na mesa. Da cozinha saem pratos tradicionais da culinária catalã, sem invencionismos nem sofisticação.

restaurante Can Roca, Girona

Como entrada é servida uma saladinha básica, para começar a refeição de forma saúdavel.

restaurante Can Roca, Girona
restaurante Can Roca, Girona

Como primeros platos escolhemos macarrones con queso e lentejas, comidas muito típicas da casa de qualquer espanhol. A massa era um prato saboroso de elaboração simples, muito parecido ao que pode ser encontrado em milhares de restaurantes anônimos espalhados pela Espanha toda. Já as lentilhas acabaram decepcionando, esperávamos mais sabor de um prato muito tradicional que, quando bem preparado, pode resultar esplêndido.

restaurante Can Roca, Girona
restaurante Can Roca, Girona

Como segundos platos tínhamos, como é habitual na Espanha, escolhas do mar e da terra. Pedimos um bacalhau, que estava saboroso, e um frango guisado absolutamente espetacular, com aquele sabor de “cozinha da vovó” que você raramente encontra quando sai fora de casa.

restaurante Can Roca, Girona
restaurante Can Roca, Girona

As sobremesas não poderiam ser mais tradicionais também. Um flan, provavelmente a sobremesa mais habitual na Espanha, e uma crema catalana, a rainha das sobremesas na Catalunha.

Foi uma refeição gostosa, de acordo com o preço pago por ela.

Localização e como chegar

O restaurante fica na Carretera de Talaia, 42, en Girona, muito próximo do Celler de Can Roca. Veja sua localização aqui.

O restaurante não conta com página web própria. Abre de segunda a sexta em horário continuo. Fica fechado sábado e domingo.

A opinião do Passaporte BCN

Não indicamos viajar até Girona unicamente para comer no restaurante Can Roca. Inclusive, para aqueles que estiverem passando o dia na interessantísima Girona, não indicamos abandonar o centro histórico para exclusivamente comer no restaurante, que fica em um bairro um pouco afastado. Já quem estiver passando várias dias na região e estiver de carro, pode dar um rolê, ver o Celler de Can Roca por fora e aproveitar para comer no Can Roca, onde começou a aventura culinária de três dos maiores talentos da gastronomia espanhola.

O passaporte BCN comeu no restaurante Can Roca de forma anônima, pagando todos os gastos relacionados com a refeição.

[pinit count="horizontal"]

roteiros pela Costa Brava

Costa Brava

O presente texto contém nossas propostas de roteiros para percorrer a Costa Brava e destinos do interior da província de Girona.

roteiro 1 | 3 dias em Girona no frio [de carro]

Quando: É um roteiro desenhado para ser completado entre os meses de outubro a abril, quando as temperaturas são mais baixas, não é temporada de praia, e o aproveitamento dos dias é menor, pelo fato de ficar escuro muito cedo.

Destinos visitados: O roteiro visita Besalú, Girona, o mosteiro de Sant Pere de Rodes, Cadaqués, o parque natural do Cap de Creus, Pals, Peratallada e Tossa de Mar.

Como se locomover: Este é um roteiro desenhado para ser completado de carro alugado. Não perca nosso dossiê com tudo o que você precisa saber sobre dirigir na Espanha, do nosso site Espanha Total.

O ROTEIRO

DIA 1: BESALÚ, GIRONA.

Saída de Barcelona de manhã cedo para dirigir até a cidade medieval de Besalú. Visita à cidadezinha. Almoço em Besalú ou Girona. Tarde percorrendo Girona. Noite em Girona.

Distância: Aproximadamente 170 km.
Mapa: Veja o roteiro do dia no mapa aqui.

DIA 2: SANT PERE DE RODES, CADAQUÉS, CAP DE CREUS.

Saída de Girona de manhã cedo para dirigir até o mosteiro de Sant Pere de Rodes. A visita ao mosteiro é opcional. Estrada com vistas espetaculares entre San Pere de Creus e Cadaqués, um dos vilarejos mais lindos da Espanha. Almoço em Cadaqués. Dependendo do tempo, passeio até o parque natural do Cap de Creus. Volta a Girona. Noite em Girona.

Distância: Aproximadamente 174 km.
Mapa: Veja o roteiro do dia no mapa aqui.

DIA 3: PERATALLADA, PALS, TOSSA DE MAR.

Saída de Girona de manhã cedo para visitar, no período da manhã, dois pitorescos vilarejos medievais, Pals e Peratallada. Almoço e tarde na espetacular Tossa de Mar. Volta para Barcelona no final do dia. Na estrada que volta para Barcelona, já próximo da cidade, está o shopping de outlets de luxo La Roca Village, caso você quiser dar uma passada rápida para conhecê-lo. Noite em Barcelona.

Distância: Aproximadamente 206 km.
Mapa: Veja o roteiro no mapa aqui.

roteiro 2 | 4 dias em Girona no calor [de carro]

Quando: É um roteiro desenhado para ser completado entre os meses de junho e setembro, quando as temperaturas são mais altas, e é temporada de praia e o aproveitamento dos dias é espetacular, pelo fato de ficar escuro muito tarde.

Destinos visitados: O roteiro visita Besalú, Castellfollit de la Roca, Girona, o mosteiro de Sant Pere de Rodes, Cadaqués, o parque natural do Cap de Creus, Pals, Peratallada, Calella de Palafrugell, Begur e Tossa de Mar.

Como se locomover: Este é um roteiro desenhado para ser completado de carro alugado. Não perca nosso dossiê com tudo o que você precisa saber sobre dirigir na Espanha, do nosso site Espanha Total.

O ROTEIRO

DIA 1: BESALÚ, CASTELLFOLLIT DE LA ROCA, GIRONA.

Saída de Barcelona de manhã cedo para dirigir até a pitoresca cidadezinha de Castellfollit de la Roca. A seguir, visita a cidade medieval de Besalú. Almoço em Besalú ou Girona. Tarde percorrendo Girona. Noite em Girona.

Distância: Aproximadamente 174 km.
Mapa: Veja o roteiro do dia no mapa aqui.

DIA 2: SANT PERE DE RODES, CADAQUÉS, CAP DE CREUS.

Saída de Girona de manhã cedo para dirigir até o mosteiro de Sant Pere de Rodes. A visita ao mosteiro é opcional. Estrada com vistas espetaculares entre San Pere de Creus e Cadaqués, um dos vilarejos mais lindos da Espanha. Almoço em Cadaqués. Passeio até o parque natural do Cap de Creus e o vilarejo de Portlligat, onde fica a Casa Salvador Dalí. Volta a Girona. Noite em Girona.

Distância: Aproximadamente 174 km.
Mapa: Veja o roteiro do dia no mapa aqui.

DIA 3: MONELLS, PERATALLADA, PALS, BEGUR.

Saída de Girona de manhã cedo para visitar, no período da manhã, três pitorescos vilarejos medievais, Monells (visita rápida), Peratallada e Pals. Almoço em Pals. Tarde no balneário de Begur, na espetacular praia de Cala Aiguablava. Volta a Girona. Noite em Girona.

Distância: Aproximadamente 128 km.
Mapa: Veja o roteiro no mapa aqui.

DIA 4: CALELLA DE PALAFRUGELL, TOSSA DE MAR.

Saída de Girona para passar a manhã no balneário de Calella de Palafrugell. Almoço ou em Calella de Palafrugell, ou na espetacular Tossa de Mar. Tarde em Tossa de Mar. Volta para Barcelona no final do dia. Noite em Barcelona.

Distância: Aproximadamente 193 km.
Mapa: Veja o roteiro no mapa aqui.

[pinit count="horizontal"]

Cap de Creus

Cap de Creus, Costa Brava, Girona

O Cap de Creus (Cabo de Creus) fica no extremo norte da Costa Brava, na província de Girona, próximo da fronteira com a França. É o ponto mais oriental da Península Ibérica. Entorno ao cabo extende-se o Parque Natural de Cap de Creus, que abrange a área de oito municípios. Trata-se de uma região selvagem, com praias escondidas, íngremes falésias e interessantes formações rochosas. Um paraíso natural próximo de vários pontos de grande interesse na região, como Cadaqués ou o mosteiro de Sant Pere de Rodes.

O que fazer no Cap de Creus

Cap de Creus, Costa Brava, Girona

Quem estiver viajando com um carro alugado vai poder se adentrar no Parque Natural até chegar no Farol do Cap de Creus. A estradinha parte de Cadaqués (saia do vilarejo na direção de Portlligat) e atravessa paisagens espetaculares antes de chegar no farol. A estrada é estreita, mas está asfaltada e em boas condições. Durante os meses de julho e agosto, o grande número de carros circulando pela estrada pode ocasionar congestionamentos.

Cap de Creus, Costa Brava, Girona

Aproveite para se maravilhar contemplando as rochas, uma grande lição de geologia. Olhando para o mar, você vai descobrir pequenas calas frequentadas unicamente por quem conhece bem a região.

Cap de Creus, Costa Brava, Girona

A estradinha finaliza no Farol. São menos de 10 km entre Cadaqués e o farol, mas como a estrada é estreita e você não vai conseguir andar rápido, calcule que vai demorar meia hora para chegar até ele.

Cap de Creus, Costa Brava, Girona

No farol há um pequeno museu, um barzinho com vistas maravilhosas da Costa Brava (aliás, a parte mais “brava” da Costa Brava), e um restaurante.

Cap de Creus, Costa Brava, Girona

Se você tiver disposição física e um bom calçado, pode tentar se aproximar da ponta do cabo mais próxima do mar.

Dados práticos

A Generalitat de Catalunya, responsável pelo Parque Natural, conta com um site com informações sobre o Cap de Creus. Nele é possível fazer um download de mapas do parque aqui.

A visita ao parque é livre, e este fica aberto 24 horas por dia.

Como chegar no Cap de Creus

Como informado acima, a forma mais fácil de chegar no Cap de Creus é pegando a estrada que sai de Cadaqués. Veja aqui no mapa o caminho a ser seguido.

A opinião do passaporteBCN

Se você for visitar a região de Cadaqués, vale muito a pena dar uma volta pelo Cap de Creus, especialmente em um dia de tempo bom. É um entorno natural muito bonito.

[pinit count="horizontal"]

Begur

Begur, Girona

Begur é um munícipio de 4.300 habitantes, localizado na Costa Brava, na província de Girona. A cidadezinha de Begur é de interesse menor; porém, na área municipal estão situadas algumas das praias mais lindas da Costa Brava.

Begur, Girona

Na cidade de Begur, e se você estiver de carro, vale a pena chegar até o alto das ruínas do seu castelo, com vistas espetaculares da região. Veja aqui a localização exata do castelo no mapa. O castelo é um resto importante da época feudal na região.

Begur, Girona

Mas o que atrai milhares de visitantes a essa região são suas calas, pequenas praias em formato de U protegidas do mar aberto pelas rochas e rodeadas de vegetação, principalmente pinheiros. É uma pena que o incrível visual do mar transparente e suas cores hipnotizantes seja estregado pela visão de milhares de mansões que tomaram conta das encostas das montanhas. Até a maravilhosa Cala Aiguablava recebeu a construção de um horrível parador dominando a praia!

Begur, Girona

Chegue de carro até a Cala Aiguablava (veja sua localização no mapa aqui). É a mais bonita e espetacular de todas. Conta com um estacionamento pago bem ao lado da praia. Unicamente na temporada mais turística, entre julho e agosto, pode ser muito difícil achar um lugar para estacionar. Tente chegar cedo.

Begur, Girona

Se você seguir o caminho que parte do estacionamento acompanhando a encosta direita da montanha, vai conseguir ver a cala do alto, com um visual extraordinário.

Begur, Girona

Desça depois no nível da areia para curtir um ótimo dia de praia na Costa Brava. Você vai ver que logo na entrada da praia há vários bares e restaurantes.

Begur, Girona

No caminho entre Begur e a Cala Aiguablava, com belas vistas da Costa Brava, está o restaurante Ondina, um restaurante simples e agradável com um menú del día por um preço camarada, que costuma incluir algum prato do mar, como a paella da foto acima, que por sinal estava deliciosa, mesmo não tendo a aparência mais típica de uma paella. Veja aqui a localização no mapa do restaurante Ondina.

Como distribuir seu tempo em Begur

Na verdade, não há muito que fazer em Begur além de visitar rapidamente seu castelo e curtir a praia. Em um dia con tempo bom, você pode querer ficar o dia todo na Cala Aiguablava. No inverno, quando já não é temporada de praia, a visita à região pode ser mais rápida, levando menos de meio dia.

Quando visitar Begur

Begur pode ser visitada o ano todo. Mas o ideal seria poder fazê-lo entre junho e setembro, durante a temporada de praia, quando o mar está mais bonito e o tempo acompanha.

Como chegar em Begur

Para poder percorrer as praias de Begur será necessário contar com um carro alugado. Há 130 quilômetros entre Barcelona e Begur, e o tempo aproximado de viagem é de 1 hora e 30 minutos. Veja aqui o caminho a ser seguido.

A opinião do passaporte BCN

A Cala Aiguablava, na área municipal de Begur é um dois exemplos mais lindos do que é uma espetacular praia da Costa Brava. Vale muito a pena incluir Begur em qualquer roteiro pela Costa Brava, principalmente durante a temporada de praia.

[pinit count="horizontal"]

mosteiro de Sant Pere de Rodes

Sant Pere de Rodes, Girona

No munícipo de Port de la Selva, no extremo norte da Costa Brava, já próximo da fronteira com a França, e na ladeira da Serra de Verdera, encontra-se o importante conjunto monumental de Sant Pere de Rodes. O conjunto monumental é muito interessante, mas o que torna o passeio inesquecível são as incríveis vistas da Costa Brava a partir da estrada que liga o mosteiro com a cidadezinha de Port de la Selva.

Sant Pere de Rodes, Girona

O conjunto é formado por três elementos, cada um dos quais representa uma parte muito importante da sociedade feudal:

  • o mosteiro beneditino de Sant Pere de Rodes, o lar dos que rezavam.
  • o castelo de San Salvador de Verdera, que fica no topo da montanha, acima do mosteiro, o abrigo dos que lutavam.
  • e as ruínas do povoado medieval de Santa Cruz de Roda, onde pode ser vista a igreja pre-românica de Santa Elena, a morada dos que produziam.

Sant Pere de Rodes, Girona

O elemento principal do conjunto é o mosteiro, que foi o mais importante do condado de Empúries, sendo um importante lugar de peregrinação devido às relíquias nele custodiadas. Não sabemos qual é a origem exata do mosteiro. Os primeiros documentos falando da existência de Sant Pere de Rodes são do ano 878. Seu máximo esplendor aconteceu entre os séculos XI e XII. Em 1793 foi abandonado pelos monges beneditinos que o ocupavam. Em 1930 foi declarado Monumento Nacional.

Sant Pere de Rodes, Girona

Como está na encosta da montanha, o mosteiro teve que ser construído ocupando terraças. O ponto central é seu claustro do século XII, ao redor do qual estão dispostos os demais elementos do mosteiro, incluindo sua igreja românica de 1022. Os elementos mais visíveis do complexo são a torre campanário do século XII e a torre de defesa do século X.

Sant Pere de Rodes, Girona

No alto da serra pode ser visto o castelo de Sant Salvador de Verdera, que oferecia segurança ao mosteiro. O castelo tinha sido doado ao mosteiro pelos condes de Empúries, mas seu valor estratégico motivou várias disputas entre os condes e os monges.

Sant Pere de Rodes, Girona

Pouco antes de chegar no mosteiro, à direita, podem ser vistos os restos do povoado medieval e da igreja de Santa Elena.

Visita ao mosteiro

É necessária uma caminhada para chegar até o mosteiro. A visita interior é paga. Os detalhes da visita, incluindo horários e preços, podem ser consultados aqui. O castelo fica no alto da montanha, quem tiver disposição física para chegar lá, encontrará uma subida de meia hora por uma encosta íngreme. A recompensa são as maravilhosas vistas da região.

Como chegar em Sant Pere de Rodes

Sant Pere de Rodes, Girona

Só é possível chegar em Sant Pere de Rodes de carro. Sant Pere de Rodes é um daqueles lugares onde o caminho é até mais importante que o destino. O conjunto fica longe demais de Barcelona para poder ser um bate-volta viável no mesmo dia. Para quem parte de Girona, nossa dica é chegar no mosteiro vindo do leste, do interior. Há aproximadamente uma hora de carro entre Girona e o mosteiro.

Sant Pere de Rodes, Girona

Visitado o mosteiro, continue a viagem na direção de Port de la Selva, usufruindo de vistas incríveis da região enquanto a estrada desce vertiginosamente a sua frente. Há menos de meia hora de carro entre Port de la Selva e Cadaqués, uma ótima continuação para o passeio.

Veja aqui o roteiro entre Girona e Cadaqués, passando por Sant Pere de Rodes e Port de la Selva.

Partindo de Girona, e se programando bem, é possível visitar o mosteiro de Sant Pere de Rodes de manhã para chegar em Cadaqués na hora do almoço.

Sant Pere de Rodes combina com…

Como acabamos de ver, é muito fácil integrar Sant Pere de Rodes em um roteiro que visite também Girona e Cadaqués.

A opinião do passaporte BCN

Se você estiver planejando conhecer a lindíssima Cadaqués, extenda sua viagem para se deslumbrar com algumas das paisagens mais espetaculares da Costa Brava, no caminho do mosteiro de Sant Pere de Rodes.

[pinit count="horizontal"]

Besalú

Besalú, Girona

Besalú é um pequeno vilarejo de 2.500 habitantes que fica na província de Girona, ao oeste da Costa Brava. É um bate-volta muito fácil para quem está percorrendo a região de Girona e da Costa Brava e um bate-volta mais puxado para quem pretende sair de Barcelona.

Antigo vilarejo campesino, hoje a principal riqueza de Besalú é a indústria e, especialmente, o turismo. Milhares de pessoas visitam Besalú cada ano atraídos pelo excelente estado de conservação do seu conjunto histórico-artístico medieval, um dos melhor preservados da Catalunha e uma autêntica viagem de volta à Idade Média.

Um pouco de história

Besalú, Girona

Besalú foi ocupada pelos celtas, os íberos e os romanos. Seu nome em latim, Bisuldunum, indicava sua localização entre dois rios, o Fluvià e o Capellades.

O vilarejo de Besalú cresceu séculos mais tarde ao redor do Castelo de Besalú, que já aparece mencionado em documentos do século X. A partir do ano de 988, é a sede do próspero condado independente de Besalú, onde residiram seus condes. O primeiro deles foi Miró I El Joven. A partir da morte de Vifredo I de Barcelona (Guifré el Pilós em catalão) em 902, Besalú cresceu em importância. Os lindos prédios românicos que ainda podem ser vistos são o legado desta época de esplendor. Em 1111 o condado de Besalú passou a formar parte da casa de Barcelona.

Besalú, Girona

No século XIV, na guerra contra Castela, o rei Pedro IV ergue a muralha de defesa da cidade, que ainda pode ser vista atualmente.

No ano de 1415, a importante judería de Besalú foi fechada e seus limites marcados. Unicamente uma porta permitia entrar no nessa área, sendo que todas as portas e janelas exteriores foram muradas. Poucos anos mais tarde, os judeus foram expulsos da Península Ibérica.

Besalú, Girona

O governo espanhol reconheceu a importância de Besalú em 1966, declarando o vilarejo como Conjunto Histórico-Artístico Nacional.

O que fazer em Besalú

Besalú é um vilarejo muito lindo cujo destaque está no conjunto da obra. A delícia em Besalú é se perder pelas ruas estreitas e irregulares e percorrer o vilarejo sem rumo definido. Mesmo assim, existem vários pontos de destaque em Besalú.

1. Ponte Medieval

Besalú, Girona

O cartão postal de Besalú é sua extraordinária ponte medieval, com uma extensão de apenas 105 metros. É uma visão que encanta e fascina, desde qualquer ângulo. A ponte é linda vista desde qualquer lado do rio e desde qualquer extremo da mesma. A ponte conta com sete arcadas em forma angular, apoiadas sobre as pedras do rio, e uma torre fortificada (na época medieval, a torre marcava o ponto onde eram cobrados os tributos dos condes).

Besalú, Girona

As primeiras referências históricas à ponte são do século XI. Ao longo da história, a ponte foi reconstruída e reformada muitas vezes. Foi destruída durante a Guerra Civil Espanhola, já no século XX, e reconstruída mais uma vez.

Besalú, Girona

Tome seu tempo para percorrer a ponte. Há uma ponte moderna, destinada a veículos e com uma parte habilitada para pedestres, quase paralela à ponte medieval, de onde é possível tirar fotos muito bonitas da ponte antiga.

2. Mikvé e sinagoga, a Besalú dos judeus

Besalú, Girona

Besalú forma parte da Red de Juderías da Espanha por conta do seu notável patrimônio judaico, único na Catalunha. Os destaques são um mikvé (o local destinado ao ritual de imersão em água do judaísmo) do século XII e resto de uma sinagoga que foi fechada no século XIII. Na Idade Média, havia aproximadamente entre 190 a 200 judeus vivendo em Besalú, de uma população total de 1.000 habitantes.

Besalú, Girona

Era uma comunidade bem estruturada, com privilégios similares aos dos judeus de Girona. O relacionamento entre judeus e não judeus foi cordial, até a data em que foram expulsos da Espanha.

Besalú, Girona

As ruas da judería de Besalú, onde os judeus foram obrigados a morar a partir de 1415, ficam na região paralela ao rio. Vale a pena se perder por elas.

3. Centro medieval

Besalú, Girona

Em um passeio pelo centro de Besalú o visitante vai encontrar lindas construções de pedra. Os destaques estão por conta de prédios importantes como o Ayuntamiento (prefeitura), a Igreja de Sant Vicenç, o Monasterio de Sant Pere, o Hospital de Sant Julià ou a Curia Real.

Besalú, Girona

As muralhas que rodeiam o vilarejo e o castelo no alto também formam parte do conjunto arquitetônico.

Besalú, Girona

Se tiver vontade, aproveite a sorveteria artesanal que está logo depois de entrar no vilarejo, saindo da ponte, à direita!

Como distribuir seu tempo em Besalú

Besalú é uma cidade bastante pequena. Por isso, você não precisa se preocupar em seguir um roteiro pré-estabelecido. Pode caminhar tranquilamente pelo vilarejo, fazendo pequenas descobertas. Há um escritório de turismo no extremo da ponte que fica fora do vilarejo, aproveite para pegar um mapinha por lá.

Quando visitar Besalú

Besalú pode ser visitada o ano todo. Durante os finais de semana, e muito especialmente durante os meses de julho e agosto, a cidade pode ficar insuportavelmente lotada.

Durante a semana, especialmente entre setembro e junho, e se não houver alguma festa local, você vai ter o vilarejo inteirinho para você, ainda mais se você ficar nele até o fim do dia.

Como chegar em Besalú

Como não há trem até Besalú, o viajante conta unicamente com duas opções básicas para ir de Barcelona até o vilarejo: o carro ou o ônibus.

1. Até Besalú de carro.

Visitar Besalú de carro será interessante somente se você estiver realizando um roteiro pela Costa Brava ou pela província de Girona. Pode interessar também no caso de grupos de três ou mais pessoas.

Há 132 quilômetros entre Barcelona e Besalú, e o tempo aproximado de viagem é de 1 hora e meia. Parte da rodovia que leva até Besalú (o trecho entre Barcelona e Girona) é pedagiada. Veja aqui o caminho a ser seguido.

Existem vários estacionamentos gratuitos na entrada de Besalú. Estão bem sinalizados. Na temporada alta pode ser difícil encontrar um lugar para estacionar. Veja as dicas para alugar um carro na Espanha do nosso Espanha Total.

2. Até Besalú de ônibus.

O ônibus é a melhor opção para quem quer realizar um passeio descomplicado até Besalú. A empresa que viaja entre Barcelona e Besalú é a Teisa (confira aqui preços e horários atualizados).

Os ônibus partem de um ponto que fica na rua, no cruzamento entre as ruas Pau Claris e Consell de Cent (veja aqui no Google Street View).

Em Besalú, o ponto de ônibus fica muito próximo da parte histórica do vilarejo (veja aqui sua localização no mapa).

Há quatro ônibus por dia, e o tempo aproximado de viagem é 1 hora e 40 minutos.

Besalú combina com…

É muito fácil visitar Besalú a partir de Girona.

Se você estiver de carro, é muito fácil combinar a visita a Besalú com as vizinhas Castellfollit de la Roca e Banyoles.

A opinião do passaporte BCN

Besalú, Girona

Besalú é um dos vilarejos mais lindos da Catalunha. Se você estiver percorrendo a província de Girona, onde há muitos outros vilarejos fantásticos, Besalú deve ser visita obrigatória.

[pinit count="horizontal"]

Tossa de Mar

Tossa de Mar, Girona

Tossa de Mar é um pequeno vilarejo de 6.000 habitantes que fica na Costa Brava, província de Girona. Ao ficar no extremo sul da Costa Brava, e portanto mais próximo de Barcelona, é um dos destinos mais procurados por quem quer realizar um bate-volta no mesmo dia até a Costa Brava, saindo da capital da Catalunha.

Antigo vilarejo de pescadores, hoje a principal riqueza de Tossa de Mar é o turismo. O que atrai tantos visitantes até o vilarejo é a combinação de patrimônio histórico e praias.

O que ver em Tossa de Mar

Apresentamos a seguir as principais atrações turísticas de Tossa de Mar.

1. Recinto amuralhado da Vila Vella

Tossa de Mar, Girona

O recinto amuralhado da Vila Vella (vila antiga) é o cartão postal de Tossa de Mar. É o único exemplo que resta de vilarejo medieval fortificado na costa da Catalunha. Foi declarado monumento histórico-artístico nacional em 1931. A muralha dentro da qual está a Vila Vella foi construída no século XIII. Conta com várias torres e portas de acesso.

Tossa de Mar, Girona

A Vila Vella é um lugar muito charmoso, de ruas estreitas e íngremes, com barzinhos, lojas e restaurantes. À caminho do farol, no ponto mais alto de Tossa de Mar, podem ser vistas as ruínas da antiga igreja de San Vicente.

Tossa de Mar, Girona

Na descida, aproxime-se da Torre d’en Joanàs (na foto acima), que domina a baía de Tossa de Mar, e desça até o centro do vilarejo pelo pequeno caminho que percorre a parte alta da muralha.

2. Faro de Tossa

Tossa de Mar, Girona

O Faro (farol) de Tossa, na parte mais alta da Vila Vella, é hoje o Centro de Interpretación de los Faros del Mediterrâneo (ingresso pago). Vale a pena subir ate o farol (que não é muito alto) para contemplar as vistas da Costa Brava.

Bem ao lado do farol há um barzinho com deck e uma localização insuperável. Um ótimo lugar para um pit-stop antes de começar a descida.

3. Cala Es Codolar

Tossa de Mar, Girona

A Cala Es Codolar é uma pequena praia rodeada por altas paredes de rocha. É uma praia de fácil acesso a partir do pé da muralha da Vila Vella. Conta com águas transparentes. Como é uma praia pequena costuma ficar lotada durante a temporada alta.

4. Bairro de Sa Roqueta

Tossa de Mar, Girona

Perca-se percorrendo as charmosas ruas do bairro de Sa Roqueta, o tradicional bairro de pescadores, que fica fora do recinto amuralhado de Tossa de Mar.

5. Vila romana de Els Ametllers

Tossa de Mar, Girona

Restos de uma importante vila romana, descobertos em 1914. São restos de menor interesse, mas como ficam no caminho que leva da rodoviária até o centro de Tossa de Mar, e a visita é gratuita, não há razão para não dar uma espiadinha. Os restos encontram-se em dois níveis. Suba até o nível superior para ver os restos de mosaicos.

6. Casa Sans (Hotel Diana)

Tossa de Mar, Girona

Na primeira linha da orla de Tossa de Mar encontra-se a Casa Sans, hoje ocupada pelo Hotel Diana, um prédio singular que combina diferentes estilos, incluindo o modernista. Seu interior está lindamente preservado. Entre no hotel pelo lado da praia para contemplar o espetacular pátio interior com seus magníficos vitrais modernistas.

7. Passeios de barco

Tossa de Mar, Girona

Na parte da praia principal de Tossa, mais próxima da muralha, você verá os guichês de várias empresas que vendem passeios de barco com saída na própria praia. Em um dia de mar calmo e tempo bom um passeio de barco oferece uma chance única de contemplar a Costa Brava.

8. Praia

Tossa de Mar, Girona

Se você não abre mão da chance de tomar um banho de mar, a praia principal de Tossa de Mar é um lugar excelente para fazê-lo. Você vai ver que a parte direita da praia, mas próxima da muralha, é utilizada pelos barcos que entram e saem do vilarejo. A parte central é mais tranquila. Se você gosta de fazer snorkel, nas rochas próximas à muralha e também da parte esquerda da praia há uma chance muito boa de ver peixes de diferentes espécies.

Onde comer em Tossa de Mar

Tossa de Mar, Girona

Tossa de Mar é um lugar muito turístico com inúmeros restaurantes oferecendo menús fechados por um preço fixo. Deixe-se levar pela sua intuição e escolha aquele que você achar mais simpático. A oferta é farta! Se você gosta de peixe e frutos do mar, aproveite para se deliciar com os produtos extraídos do Mediterrâneo!

Na hora de tomar um suco ou um sorvete, você descobrirá também que as opções são inúmeras, especialmente nas estreitas ruas do centrinho do vilarejo.

Como distribuir seu tempo em Tossa de Mar

Tossa de Mar

Tossa de Mar é uma cidade bastante pequena. Por isso, você não precisa se preocupar em seguir um roteiro pre-estabelecido. Pode caminhar tranquilamente pelo vilarejo, fazendo pequenas descobertas.

O que recomendamos, especialmente se você for fazer a visita em um dia de calor, é que comece a percorrer a parte antiga da cidade primeiro, subindo até a parte mais alta do recinto amuralhado, para depois descer na praia, almoçar e continuar seu passeio até a hora de voltar para Barcelona.

Quando visitar Tossa de Mar

Tossa de Mar, Girona

Tossa de Mar pode ser visitada o ano todo. Mas se você quiser pegar praia e contemplar as maravilhosas cores do mar durante o verão, escolha visitar a cidade entre junho e setembro. É quando Tossa de Mar está mais lotada, muito especialmente em julho e agosto, mas é também quando está mais bonita.

Tossa de Mar, Girona

Se você visitar Tossa entre novembro e março, vai ter o vilarejo todo para você, a presença de turistas é muito pequena. No inverno, confira a previsão do tempo (clique aqui) antes de viajar até Tossa de Mar. Com previsão de tempo ruim ou chuva, o bate-volta não vale a pena.

Como chegar em Tossa de Mar

Como não há trem até Tossa de Mar, o viajante conta unicamente com duas opções básicas para ir de Barcelona até o vilarejo: o carro ou o ônibus.

1. Até Tossa de Mar de carro.

Visitar Tossa de Mar de carro será interessante unicamente se você estiver realizando um roteiro pela Costa Brava ou pela província de Girona. Pode interessar também no caso de grupos de três ou mais pessoas.

Há 88 quilômetros entre Barcelona e Tossa de Mar, e o tempo de viagem aproximado é de 1 hora e meia. Parte da rodovia que leva até Tossa de Mar é pedagiada. Veja aqui o caminho a ser seguido.

Na temporada alta é difícil estacionar na parte antiga de Tossa de Mar. No entanto, você encontrará vários estacionamentos pagos nas entradas ao vilarejo.

2. Até Tossa de Mar de ônibus.

O ônibus é a melhor opção para quem quer realizar um passeio descomplicado até Tossa de Mar. A empresa que viaja entre Barcelona e Tossa de Mar é a Sarfa. Os ônibus partem da estação de ônibus Barcelona Nord.

Tossa de Mar, Girona

O guichê da empresa fica no andar superior da rodoviária (veja foto acima). Confira preços e horários no site da Sarfa. Escolha BARCELONA Estació del Nord como origem e TOSSA Estació como destino. Há vários serviços ao longo do dia. Se você precisar de assistência para encontrar os preços e horários, pergunte para a gente na caixa de comentários e tentaremos ajudar você.

Normalmente, não seria um problema comprar as passagens de ônibus no mesmo dia da viagem. Mas se você estiver viajando na temporada alta e quiser garantir suas passagens, vá um dia antes até a rodoviária para garantir suas passagens. Os assentos no ônibus são marcados.

A minúscula rodoviária de Tossa de Mar fica no perímetro do vilarejo (veja sua localização no mapa aqui). No prédio que fica ao lado da rodoviária, com entrada pela Plaça de les Nacions sense Estat, está o escritório de turismo da cidade, um lugar excelente para conseguir um mapa do vilarejo e pedir orientações (veja a localização aqui no Google Street View).

Mapa anotado de Tossa de Mar

Clique aqui para abrir um mapa anotado de Tossa de Mar, onde identificamos todos os lugares de interesse mencionados no texto.

Mais informações sobre Tossa de Mar

Tossa de Mar, Girona

O site oficial de turismo da cidade de Tossa de Mar é uma boa fonte de informações sobre a cidade. Aproveite para consultá-lo.

Nele é possível descarregar vários folhetos turísticos de Tossa de Mar em formato PDF.

A opinião do passaporte BCN

Tossa de Mar, Girona

Se você estiver interessado em conhecer a região da Costa Brava e contar unicamente com um dia para fazê-lo, Tossa de Mar é a escolha perfeita. É um lugar muito lindo, pequeno e compacto e muito fácil de se chegar. É também um destino ideal para famílias com crianças. Com tempo bom, um passeio perfeito!

[pinit count="horizontal"]

como ir de Barcelona até o aeroporto de Girona

aeroporto de Girona

O aeroporto de Girona e a Ryanair

O aeroporto de Girona (seu nome oficial é Aeropuerto de Girona-Costa Brava), está localizado perto da cidade de Girona e a 100 km de Barcelona.

A popularidade do aeroporto se deve ao fato da low-cost Ryanair ter decidido estabelecer uma de suas bases em Girona. Nos últimos anos, a Ryanair reduziu muito o número de voos até Girona. Mesmo assim, ainda é possível pegar voos para muitos destinos na Europa e no norte da África (veja a lista completa de destinos aqui).

Veja que a Ryanair voa também para o aeroporto de Barcelona, muito mais próximo da cidade.

estação de ônibus Barcelona Nord

Como ir de Barcelona até o aeroporto de Girona

O aeroporto de Girona fica a 13 km de distância da cidade de Girona.

O único transporte direto entre Barcelona é o aeroporto de Girona é o ônibus. Existe uma rota operada pela empresa Sagalés que conecta a estação de ônibus Barcelona Nord com o aeroporto de Girona.

Há vários horários por dia em ambas as direções. O tempo de viagem é de aproximadamente 75 minutos. Os horários e preços atualizados podem ser consultados na web da Sagalés.

  • se você estiver viajando de Barcelona para o aeroporto de Girona, na parte superior da web escolha como “Origen = Barcelona” e “Destino = Aeropuerto de Girona – Costa Brava”.
  • se você estiver viajando do aeroporto de Girona para Barcelona, na parte superior da web escolha como “Origen = Aeropuerto de Girona – Costa Brava” e “Destino = Barcelona”.

Os horários dos serviços da Sagalés estão sincronizados com a chegada de voos da Ryanair. Mas preste atenção, a Sagalés e a Ryanair são duas empresas diferentes e nenhuma vai se responsabilizar por qualquer problema gerado por um atraso no serviço emprestado pela outra.

A estação de ônibus Barcelona Nord

Clique aqui para saber mais sobre a estação de ônibus Barcelona Nord e como chegar até ela.

[pinit count="horizontal"]

bate-volta a Girona e ao Museu Dalí em Figueres

Recentemente testamos um dos passeios oferecidos pelo Catalunya Bus Turístic, o ônibus oficial que realiza excursões saindo de Barcelona. Fizemos o passeio que visita as cidades de Girona e Figueres (onde está o Museo Dalí). As duas cidades ficam na província de Girona, entre a província de Barcelona e a divisa com a França.

Gostaríamos de compartilhar com nossos leitores como foi nossa experiência.

Saída de Barcelona

Catalunya Bus Turistic

O ponto inicial do passeio é a Plaça de Catalunya, bem em frente do El Corte Inglês, e ao lado do ponto final do Aerobús, o ônibus do aeroporto. O passeio parte às 8:30h e a indicação é que você esteja no ponto inicial 20 minutos antes do horário de partida. Quando chegamos na praça, vimos logo três ônibus estacionados um atràs do outro. Cada ônibus realiza um passeio diferente. É fácil saber qual é o seu, o nome do passeio está indicado na parte frontal do ônibus.

Subindo no ônibus, o guia do passeio vai conferir sua passagem e oferecer a possibilidade de comprar um audioguia, que inclui narração do passeio em português (de Portugal). Aliás, o mesmo audioguia contém as  narrações dos três passeios realizados no Catalunya Bus Turístic e pode ser reaproveitado se você fizer alguma outra excursão oferecida pela a empresa. Terminado o passeio, o audioguia fica com você.

A caminho de Girona

A viagem de Barcelona até Girona demora aproximadamente 1:30h. A primeira metade do passeio é feita atravessando a grande Barcelona. Entrando na província de Girona, que fica ao norte da de Barcelona, a paisagem muda por completo, com montanhas no horizonte e grandes extensões verdes se abrindo à sua frente.

Durante o começo da viagem, é distribuído um pequeno guía impresso que contém todas as informações sobre o passeio, incluindo os horários e mapas dos lugares visitados. Além do motorista, há um guia que acompanha os passageiros e realiza uma descrição do passeio, dando todas as orientações básicas em espanhol e inglês.

Antes da chegada em Girona, o guia passa toda a programação da manhã e esclarece sobre os horários que devem ser cumpridos, antes de continuar a viagem no periodo da tarde.

em Girona

GironaGirona

Na chegada a Girona há quinze minutos para tomar um café ou utilizar o banheiro (o ônibus está equipado com banheiro também). Logo mais começa uma visita guiada a pé pela cidade medieval. Um guia local acompanha o grupo durante o percurso de duas horas, fornecendo diversas informações de interesse histórico e cultural ao longo do caminho, sempre em espanhol e inglês.

Girona é uma cidade muito bonita (veja mais informações no texto Girona), e gostamos muito do roteiro a pé, que percorre os principais pontos de interesse dentro da cidade medieval.

GironaGirona

Finalizada a visita guiada, há uma hora e meia para continuar visitando a cidade ou para fazer uma refeição. Há muitos restaurantes na cidade antiga e também nas proximidades do ponto onde fica estacionado o ônibus.

de Girona a Figueres

A viagem de Girona a Figueres demora uma hora. Durante o trajeto, o guia repassa as informações relacionadas com a visita ao Teatro-Museu Dalí, motivo principal da visita à cidade. Veja mais informações no texto o Museo Dalí en Figueres.

em Figueres

Teatro-Museo Dalí, FigueresTeatro-Museo Dalí, Figueres

A excursão inclui o ingresso ao Teatro Museu Dalí pela fila express, o que evita ter que fazer fila. Na data da nossa visita, a fila para entrar no museu era bastante longa, e no sol! Nosso grupo entrou rapidamente pelo acesso reservado aos grupos.

Durante os primeiros 20 minutos, o guia dá algumas orientações básicas sobre o museu, explicando sua história e sinalizando os lugares mais importantes dentro do museu. Depois, os visitantes ficam à vontade para percorrer todo o museu por conta própria.

Teatro-Museo Dalí, FigueresTeatro-Museo Dalí, Figueres

No total, são 3 horas de estadia em Figueres, tempo suficiente para conhecer o Teatro-Museu Dali e o vizinho Dalí Joyas, uma exposição imperdível de joias desenhadas por Salvador Dalí. O ingresso para este segundo museu também está incluído na excursão.

de Figueres a Barcelona

A volta de Figueres para Barcelona leva duas horas. Tempo para descansar, dar uma olhadinha nas fotos tiradas e lembrar dos lindos lugares visitados durante o dia. O ônibus deixou a gente de volta na Plaça de Catalunya por volta das 19:30h.

O que inclui e não inclui o passeio

O preço do passeio inclui:

  • transporte até todos os pontos visitados na excursão.
  • acompanhamento de guia.
  • folheto informativo.
  • ingresso sem filas para o Teatro-Museu Dalí.
  • ingresso para o Dalí Joyas.

O passeio não inclui:

  • refeições e bebidas, que são por sua conta.
  • audioguia em português, que pode ser comprado separadamente.

como comprar o passeio

O passeio a Girona e Figueres deve ser comprado antecipadamente. Pode ser comprado diretamente em Barcelona, nos escritórios de turismo da cidade.

passeio com desconto

O passeio também pode ser comprado online na Visit Barcelona Tickets, que é a loja oficial de turismo de Barcelona, parceira do passaporte BCN. Compre seu passeio online, com um desconto exclusivo, aqui.

a opinião do passaporte BCN

Sempre buscamos fazer tudo por conta própria, mas mesmo assim gostamos muito da experiência do passeio a Girona e Figueres. Achamos ideal para quem gosta de passeios organizados, onde você é levado até todos os lugares sem ter que esquentar a cabeça com transporte, horários e demais ou para quem tem pouco tempo para dedicar às duas cidades. Os guias são muito atentos e preparados, e estão sempre de prontidão para atender as solicitações dos turistas. Os roteiros estão muito bem organizados, com um cálculo de tempos otimizado para aproveitar ao máximo cada destino.

Mesmo para quem gosta de fazer as coisas por conta, o passeio Girona-Figueres oferece a possibilidade de visitar as duas cidades em um único dia, o que ficaria mais complicado se a viagem fosse realizada usando o transporte público. Pode ser a solução perfeita para quem pretende conhecer a linda cidade de Girona e ainda quer visitar o Teatro-Museo Dalí, sem que para isso tenha que dedicar dois dias de suas férias.

—————————————————–
Os autores do passaporte BCN escolheram escrever sobre o bate-volta até Girona e Figueres por saber que certamente seria um assunto de interesse para nossos leitores. Para realizar o passeio contamos com o apoio do Catalunya Bus Turístic. As opiniões, comentários, avaliações e fotografias publicadas aqui refletem nossa experiência pessoal e nosso compromisso com nossos leitores.

[pinit count="horizontal"]
12