Tag: Puig i Cadafalch

Casa Macaya

Casa Macaya, Barcelona

A Casa Macaya, também conhecida como Palau Macaya pelas suas características de palácio urbano, é um lindo projeto do arquiteto modernista Puig i Cadafalch. Foi construída entre 1899 e 1901, período no qual o arquiteto também estava trabalhando na Casa Amatller.

Casa Macaya, Barcelona

É possível notar que muitos elementos da decoração da fachada e do interior do prédio resultarão familiares para quem já visitou a Casa Amatller.

Casa Macaya, Barcelona

Casa Macaya, Barcelona

A fachada do prédio tem o branco como cor predominante e está emoldurada por duas torres.

Casa Macaya, Barcelona

A parede da fachada está decorada com uma técnica chamada esgrafito, que consiste na elaboração de desenhos, utilizando argamassa com cores diferentes da base na qual é aplicada.

Casa Macaya, Barcelona

No interior, somente o hall de entrada e o pátio interior foram conservados e podem ser visitados, surpreendendo com seus tetos e paredes ricamente decorados com esgrafitos, com um ar de palácio medieval de Barcelona.

Casa Macaya, Barcelona
Casa Macaya, Barcelona

A decoração, tanto do hall como do pátio, está repleta de motivos florais e de azulejos.

Casa Macaya, Barcelona

Logo na entrada, não deixe de ver o capitel com a representação de um ciclista. Essa seria uma homenagem de Eusebi Arnau a Puig i Cadafalch, que na época utilizava uma bicicleta para fazer o percurso entre as obras da Casa Macaya e da Casa Amatller.

Visita

Hoje a casa é propriedade de La Caixa, a principal instituição financeira da Catalunha. Foi reabilitada para ser o EspaiCaixa Casa Macaya, um espaço de pesquisa sobre sustenibilidade econômica, social e de meio ambiente. O prédio não está aberto à visitação, mas é possível entrar para contemplar o hall e o pátio.

Como chegar

A Casa Macaya encontra-se no número 108 do Passeig de Sant Joan. Veja aqui a localização no mapa. A estação de metrô mais próxima é a Verdaguer nas linhas 2 (lilás), 3 (verde) e 4 (amarela).

Dica do passaporte BCN

Se você gosta do estilo do Puig i Cadafalch não pode perder a Casa Amatller.

[pinit count="horizontal"]

Montserrat

Monistrol de Montserrat

A excursão à montanha e ao mosteiro de Montserrat é, provavelmente, o bate-volta mais lindo e completo que pode ser feito, saindo e retornando a Barcelona no mesmo dia. Veja a continuação nossas dicas.

Aqui, no passaporte BCN, você encontrará informações detalhadas sobre como chegar, o que fazer e os lugares imperdíveis de Montserrat.

O que é Montserrat?

Monasterio de Montserrat

Montserrat é um grande maciço rochoso localizado a 50 quilômetros de Barcelona. Nele está o Monasterio de Montserrat (Monestir de Montserrat em catalão) e o Parc Natural de la Muntanya de Montserrat. Para chegar ao mosteiro é possível utilizar um trem cremalheira ou um teleférico, meios de transporte que conferem um charme especial ao passeio.

Montserrat é um ponto de referência muito importante na cultura da Catalunha e é chamada da muntanya sagrada, a montanha sagrada. É um lugar reverenciado e com significado especial para a Catalunha e para muitos catalães.

O que pode ser visto?

Monistrol de Montserrat

O bate-volta até Montserrat é um programa perfeito pela diversidade de atividades, paisagens e lugares que se pode experimentar e conhecer.

  • a viagem até Montserrat é muito bonita, combinando uma viagem de trem com uma ascensão em trem cremalheira ou em teleférico.
  • no mosteiro dá para conhecer a forma de vida dos monges beneditinos e ver de perto a Moreneta, a Virgem de Montserrat. Provavelmente o símbolo mais importante da Catalunha.
  • nesse cenário espetacular é possível ouvir ao vivo a atuação da famosa Escolania de Montserrat, um dos coros formados apenas por vozes de meninos, que é um dos mais antigos da Europa.
  • há um interessante museu de arte com obras de renomeados artistas.
  • os funiculares, que partem do mosteiro, permitem visitar diferentes partes da montanha de Montserrat, com vistas maravilhosas e trilhas muito legais para quem gosta de caminhar.

Como chegar: a viagem é parte da aventura

Apesar de ser possível chegar em Montserrat de carro, a viagem mais bonita é feita de trem e está composta por dois trajetos:

  • De Barcelona até a cidadezinha de Monistrol de Montserrat. A viagem é feita de trem.
  • De Monistrol até o Mosteiro. A viagem pode ser feita com o trem cremalheira ou com o teleférico.

Como chegar: de Barcelona até Monistrol de Montserrat

Monistrol de Montserrat

Para chegar de Barcelona até Monistrol de Montserrat é preciso pegar um trem da linha regional número R5. Esse trem tem como ponto de partida a estação de trens da FGC da Plaça Espanya. Chegando de metrô na Plaça Espanya, procure as placas indicativas de acesso a estação de trem, que está dentro do mesmo recinto da estação, com a direção a seguir muito bem sinalizada.

Se você chegar na estação sem ter comprado as passagens para Montserrat, note que há um cabine de informações, onde você receberá todas as orientações e conhecerá as diversas opções existentes para viajar até Montserrat.

Monasterio de Montserrat

Você também poderá comprar as passagens nas máquinas de venda automática. Porém, são tantas as opções de atividades e passagens combinadas que é melhor receber orientações mais detalhadas do funcionário que atende no posto de informação de Montserrat. Aqui vamos explicar um pouco sobre as diferentes opções de passagens.

Monasterio de Montserrat

A viagem até Monistrol dura por volta de uma hora.

Como chegar: de Monistrol de Montserrat até o Monasterio de Montserrat

Existem duas alternativas diferentes e espetaculares para subir até o Monasterio de Montserrat. Cada uma delas é operada por empresas diferentes, por esse motivo só é possível subir com o trem cremalheira e descer de teleférico, ou vice-versa, se você comprar passagens separadas para experimentar cada um deles.

1. O trem cremalheira.

Cremallera de Montserrat

O Cremallera de Montserrat é operado pela FGC, os trens da Catalunha, a mesma empresa que opera o trem que faz Barcelona-Monistrol de Montserrat. Por essa razão, os horários do trem e do trem cremalheira estão muito bem sincronizados.

Cremallera de Montserrat

O trem cremalheira sobe pela encosta da montanha e tem um percurso de 15 minutos, com lindas vistas de Montserrat. O cremalheira usa trens muito modernos com grandes janelas que facilitam a contemplação da paissagem. Dica: sente do lado esquerdo do trem na subida e do lado direito na descida.

Tanto na subida como na descida, o trem faz uma parada rápida na estação de Monistrol Vila.

Cremallera de Montserrat

Na ida você não precisará se preocupar com o horário de saída do trem cremalheira em direção a Montserrat. Logo depois de descer do trem vindo de Barcelona, na estação Monistrol de Montserrat, você encontrará o trem cremalheira, na mesma plataforma. Tome muito cuidado para não descer na estação Montserrat-Aeri, que fica uma estação antes da Monistrol de Montserrat e que unicamente serve para quem for subir de teleférico até Montserrat.

Cremallera de Montserrat

Na hora que você chegar na estação superior, dê uma conferida no cartaz com os horários de descida. Tome cuidado, há trens descendo a cada 20 minutos, mas a maioria não chega até a estação do trem que leva para Barcelona (ficam na estação de Monistrol Vila). O cremalheira que serve para você parte 15 minutos depois de cada hora (15:15, 16:15, 17:15, etc). Na descida, quando você já estiver na estação final do trem cremalheira, consulte nas telas o horário do próximo trem para Barcelona. Não costuma demorar mais que 10 minutos.

Confira nesta página os preços do trem cremalheira. Mais adiante vamos falar sobre as diferentes passagens combinadas.

2. O teleférico.

Aeri de Montserrat

O Aeri de Montserrat é um teleférico operado por uma empresa privada. Está formado por cabines que transportam até 20 passageiros em pé, subindo em 5 minutos até o mosterio. As vistas são tão bonitas quanto as do trem cremalheira, mas não serve para quem tem vertigem ou medo de altura, o que não será um problema viajando com o trem cremalheira.

Aeri de Montserrat

Confira nesta página os preços do teleférico. Mais adiante vamos falar sobre as diferentes passagens combinadas.

Muito importante: se você for pegar o Aeri, precisará descer na estação de trem Montserrat-Aeri, que fica uma estação antes da Monistrol de Montserrat (a estação para quem vai pegar o trem cremalheira).

No Monasterio de Montserrat

Tanto o trem cremalheira como o aeri vão deixar você no coração de Montserrat; as estações de ambos os transportes são próximas. No seguinte mapa identificamos os principais lugares de interesse no mosteiro e redondezas. Abra o mapa em uma nova página para ver com mais detalhe.


Ver BCN Montserrat em um mapa maior

A basílica de Montserrat

Basílica de Montserrat

No coração do mosteiro está a basílica, que tem suas origens no secúlo XVI, mas foi completamente destruída pelas tropas francesas, no começo do século XIX.

Basílica de Montserrat

A basílica tem dois pontos principais de interesse. Na parte posterior do altar, no alto, encontra-se a imagem da Virgem de Montserrat, uma belíssima peça talhada no século XII. Pela cor escura da sua pele é conhecida como “La Moreneta”. Junto com a Virgem de Núria, a Virgem de Montserrat é a santa de maior importância simbólica para os catalães.

La Moreneta, Basílica de Montserrat

O acesso a imagem da virgem é feito pela nave lateral direita da igreja. Partindo no pátio, localizado em frente da basílica, a entrada é feita pela porta da direita. Quando há muitos visitantes no mosteiro, formam-se longas e demoradas filas para chegar até a virgem.

O segundo ponto de interesse, dentro da basílica, é a apresentação da Escolania de Montserrat, um dos coros mais antigos da Europa, formado só por vozes de meninos. A existência desse coro data do século XIV!

La Moreneta, Basílica de Montserrat

  • De segunda a sexta, às 13:00h, a Escolania entoa o Salve e o Virolai, um hino dedicado a Virgem de Montserrat, que é um símbolo espiritual e patriótico da Catalunha.
  • Também de segunda a sexta, a Escolania reaparece no final do dia, às 18:45h.
  • Aos domingos e feriados religiosos, a Escolania canta o Salve e o Virolai às 12:00h e novamente às 18:45h.
  • A Escolania não canta aos sábados.

Os horários atualizados das apresentações podem ser consultados aqui. Os horários podem ser alterados sem aviso prévio.

Nos dias de grande afluência de visitantes a Montserrat, pode ser muito difícil conseguir entrar na basílica para ouvir a Escolania. Tente pegar um lugar dentro da igreja meia hora antes da apresentação.

claustro, Basílica de Montserrat

Saindo da basílica, não deixe de contemplar o claustro, obra do arquiteto modernista Puig i Cadafalch.

Código de vestimenta na basílica de Montserrat.

funicular de Sant Joan, Montserrat

Se você pretende incluir uma visita interna à basílica de Montserrat, deve prestar atenção ao código de vestimenta, muito especialmente durante os meses de verão, quando o calor não anima a cobrir o corpo com muita roupa. O cartaz é esclarecedor. Nada de shorts ou minisaias. Bermuda comprida, saia mais comportada e os ombros cobertos. Uma alternativa para quem está vestindo uma roupa que não se encaixa no código permitido aos visitantes é carregar um chale, uma echarpe ou até mesmo uma canga para poder cobrir os ombros ou as pernas durante a visita à basílica.

O funicular de Sant Joan

funicular de Sant Joan, Montserrat

A espetacular subida no funicular de Sant Joan é um dos passeios imperdíveis em Montserrat. O funicular foi inaugurado em 1918 e liga o mosteiro com a ermita de Sant Joan.

funicular de Sant Joan, Montserrat

Na estação superior do funicular, as vistas do mosteiro e da montanha de Montserrat são fantásticas. As enormes rochas assumem diferentes formas, dependendo da sua imaginação.

funicular de Sant Joan, Montserrat
funicular de Sant Joan, Montserrat

Dentro da estação superior do funicular há um pequeno centro de interpretação, que permite conhecer um pouco mais sobre Montserrat. Vale a pena dar uma olhada.

funicular de Sant Joan, Montserrat

O funicular Santa Cova

funicular Santa Cova, Montserrat

O funicular Santa Cova, à esquerda na fotografia, desce até o local onde, de acordo com a lenda, a imagem da Virgem de Montserrat foi encontrada por pastores.

funicular Santa Cova, Montserrat

funicular Santa Cova, Montserrat

A partir da estação inferior, há um caminho muito bonito, uns 20 minutos de caminhada, até a Santa Cova. A igreja está apoiada na rocha em uma localização incrível. Ao longo do caminho, o visitante encontrará várias obras de arte religiosa espalhadas por ele.

funicular Santa Cova, Montserrat
funicular Santa Cova, Montserrat
funicular Santa Cova, Montserrat

O audiovisual

audiovisual, Montserrat

O moderno espaço audiovisual de Montserrat é um lugar muito interessante, onde são apresentadas informações sobre a montanha, o mosteiro e o santuário.

audiovisual, Montserrat

Muito indicado para quem quiser saber mais sobre a geologia da região e sobre a história da presença humana na montanha.

O Museu de Montserrat

audiovisual, Montserrat

O Museu de Montserrat contém uma coleção de obras de arte, principalmente pintura, que se formou a partir de aquisições feitas pelos monges ao longo do tempo. Ao contrário do que se poderia imaginar, o museu não está focado em arte religiosa. Caravaggio, El Greco, Tiépolo, Monet, Sisley, Pissarro e Picasso são alguns dos nomes presentes no museu. A web do museu contém informações detalhadas sobre suas coleções.

Trilhas na montanha de Montserrat

trilhas, Montserrat

A montanha de Montserrat é muito popular entre os apaixonados por caminhadas. O site do Cremallera de Montserrat contém informações sobre as trilhas.

trilhas, Montserrat

As trilhas estão muito bem sinalizadas, com indicações de tempo e dificuldade. Mesmo para quem está em Montserrat para conhecer tudo no mesmo dia, existe a possibilidade de realizar algumas trilhas curtas, a partir da estação superior do funicular de Sant Joan. As trilhas estão cobertas de pedras lisas e arredondadas, típicas dessa área, sendo importante a utilização de um bom calçado.

Outros lugares interessantes

Montserrat
Montserrat

Saindo da estação do trem cremalheira e virando à direita, vale a pena dar uma pequena caminhada até o mirador dos Apòstols e o terraço do restaurante self-service, ambos com vistas privilegiadas.

MontserratMontserrat

No caminho você encontrará algumas barraquinhas, onde são vendidos productos típicos da região, incluindo o tradicionalíssimo mató, um tipo de queijo fresco. Uma sobremesa bastante popular é o mel i mató, uma mistura deliciosa de queijo e mel.

Comida

Em Montserrat, é possível encontrar diferentes opções de alimentação. Se o dia estiver bom e você quiser fazer um pic-nic nas alturas, é possível utilizar o terraço com mesas ao ar livre, levar sua própria comida e bebida. No complexo do mosteiro há um pequeno mercadinho, onde também dá para se abstecer de comes e bebes.

Você também poderá escolher o restaurante self-service, que fica próximo do terraço e que também oferece lindas vistas.

restaurante Abat Cisneros, Montserrat

Agora, se você quiser experimentar a culinária local, preparada com toques de modernidade, o lugar é o restaurante Abat Cisneros, ao lado da basílica. Aqui você poderá escolher entre cardápios com preço fechado e também escolher a comida à la carte.

restaurante Abat Cisneros, Montserratrestaurante Abat Cisneros, Montserrat
restaurante Abat Cisneros, Montserratrestaurante Abat Cisneros, Montserrat

A comida é absolutamente deliciosa, com materiais de primeira qualidade e uma apresentação muito cuidada, sem falar no bonito e original local onde o restaurante está instalado.

Hospedagem

Nossa proposta de passeio até Montserrat é de um bate-volta no mesmo dia. Mas você já deve ter percebido que há tantas coisas para fazer que o tempo pode ficar curto. Se você quiser dormir em Montserrat, existem duas opções de hospedagem: o Hotel Abat Cisneros, de 3* (veja mais informações aqui) e as Cel·les Abat Marcet, que são apartamentos com cozinha (veja mais informações aqui).

Passagens combinadas e pacotes para visitar Montserrat

As combinações de passagens e pacotes para chegar até Montserrat são inúmeras. Para tentar facilitar sua vida, apresentamos aquelas que achamos mais interessantes. Para saber os valores atualizados dos pacotes, consulte a seguinte página do Cremallera de Montserrat.

  • Opção 1 – básica. Passagem de trem ida e volta Barcelona-Monistrol de Montserrat e passagem de trem cremallera Monistrol de Montserrat-Montserrat. O preço depende da temporada.
  • Opção 2 – intermédia. O passe Trans Montserrat. Inclui passagem de ida e volta no metrô de Barcelona + trem Barcelona-Monistrol de Montserrat ida e volta + trem cremalheira até Montserrat ida e volta + uso ilimitado do funicular de Sant Joan + uso ilimitado do funicular Santa Cova + ingresso para o Espaço Audiovisual. Custa €29,50. Pode comprar aqui, sem necessidade de definir a data da viagem.
  • Opção 3 – intermédia. O Montserrat Expres. Passagem de trem ida e volta Barcelona-Monistrol de Montserrat e passagem de trem cremallera Monistrol de Montserrat-Montserrat. Além disso, os passageiros ganham uma mochila com uma série de brindes: um reprodutor de MP3 com uma audioguia da viagem (em catalão, espanhol, inglês, russo, holandês, francês, alemão e japonês); um guia impresso com detalhes dos passeios ao ar livre; um pacotinho com carquinyolis feitos em Montserrat (os carquinyolis são muito típicos da Catalunha, um tipo de torradinha de pão doce, elaborada com farinha, ovo, açúcar e amêndoas inteiras) e vários vouchers com descontos para os funiculares e outras atrações no monastério. Há mais informações sobre o passe aqui. Custa €35. Este passe já foi oferecido no passado com assento marcado. Hoje quem compra o passe pode viajar em qualquer trem da rede dos Ferrocarrils da Generalitat, porém, sem assento marcado. Pode comprar aqui, sem necessidade de definir a data da viagem.
  • Opção 4 – completa. O passe Tot Montserrat. Inclui passagem de ida e volta no metrô de Barcelona + trem Barcelona-Monistrol de Montserrat ida e volta + trem cremalheira até Montserrat ida e volta + uso ilimitado do funicular de Sant Joan + uso ilimitado do funicular Santa Cova + ingresso para o Espaço Audiovisual + ingresso para o Museu de Montserrat + comida no restaurante self-service. Custa €46,95. Pode comprar aqui, sem necessidade de definir a data da viagem.

A dica do passaporte BCN é que você compre, ao menos, o passe Trans Montserrat. Os funiculares de Sant Joan e Santa Cova, não inclusos na opção básica, são uma parte essencial da visita a Montserrat.

Os passes podem ser comprados nas bilheterias da FGC, em Barcelona. As mais centrais estão situadas na bilheteria da Plaça de Catalunya, na da Plaça Espanya e na da estação de Provença (perto da Diagonal).

Os passes também podem ser comprados na Visit Barcelona Tickets, a loja oficial de turismo da cidade de Barcelona, parceira do passaporte BCN. Saiba mais sobre ela aqui.

Há três modalidades diferentes de visitas a Montserrat disponíveis na Visit Barcelona Tickets.

  • o Trans Montserrat. Pode comprar aqui, sem necessidade de definir a data da viagem.
  • o Tot Montserrat. Pode comprar aqui, sem necessidade de definir a data da viagem.
  • o Montserrat Exprés. Pode comprar aqui, sem necessidade de definir a data da viagem.

Passeio de ônibus até Montserrat

barcelona bus turistic

O Catalunya Bus Turístic (ônibus oficial de turismo) oferece um passeio que combina a visita à Colònia Güell com Montserrat. Pode ver todos os detalhes sobre o passeio aqui.

Mais fotos de Montserrat

Montserrat

Veja no nosso album de Montserrat mais algumas fotos que tiramos por lá.

Precisa de ajuda?

Está querendo ir para Montserrat e precisa de alguma ajudinha? Pergunte para a gente e tentaremos ajudá-lo a preparar seu passeio!

—————————————————–
Os autores do passaporte BCN escolheram escrever sobre Montserrat por saber que certamente seria um assunto de interesse para nossos leitores. Em uma das viagens até Montserrat contamos com o apoio de FGC Turisme i Muntanya. As opiniões, comentários, avaliações e fotografias publicadas aqui refletem nossa experiência pessoal e nosso compromisso com nossos leitores.

Quer ganar o e book “50 dicas para aproveitar Barcelona ao máximo?

É só curtir a página do passaporte BCN no Facebook clicando aqui.

[pinit count="horizontal"]

CaixaForum

CaixaForum, Barcelona

CaixaForum é o nome de um centro cultural e social da institução financeira catalã La Caixa.

CaixaForum, Barcelona

O centro foi instalado na antiga fábrica têxtil Casaramona, do empresário Casimir Casaramona, depois de uma ampla restauração e adequação desse belo exemplar da arquitectura industrial modernista de Barcelona.

CaixaForum, Barcelona
Casimir Casaramona encomendou o projeto da fábrica ao arquiteto modernista Josep Puig i Cadafalch, que trabalhou na construção entre 1910-1913.

CaixaForum, Barcelona

A fábrica é um exemplo único de arquitetura industrial modernista, com toques neogóticos característicos de Puig i Cadafalch. Em 1940, com o abandono da atividade fabril, as instalações passam a ser usadas como estábulos da polícia espanhola.

CaixaForum, Barcelona

Vários anos se passaram, desde a aquisição por La Caixa, em 1963, e sua reabertura, em 1992, como centro cultural, social e educativo. Em 2002, o prédio antigo se integra harmoniosamente com a arquitetura moderna da sua entrada e com ampliações do espaço interno, dando origem ao CaixaForum.

CaixaForum, Barcelona

O CaixaForum é hoje um centro cultural de primeira ordem, com exposições temporárias muito interessantes que vão se sucedendo durante o ano.

CaixaForum, Barcelona

Também contém uma mostra sobre a história do prédio e o trabalho de restauração e adequação pelo qual passou.

Visita ao CaixaForum

O centro cultural abre de segunda a domingo e fecha unicamente de 1 e 6 de janeiro e 25 de dezembro. Os horários de funcionamento atualizados podem ser conferidos aqui.

A web oficial do CaixaForum contém todas as informações sobre o programa de exposições.

Ingressos

O ingresso ao CaixaForum custa 4€.

ingresso com desconto

A Visit Barcelona Tickets é a loja oficial de turismo da cidade de Barcelona, parceira do passaporte BCN. Saiba mais sobre ela aqui. Na Visit Barcelona Tickets você compra seus ingressos para o CaixaForum com desconto exclusivo aqui.

Como chegar

O CaixaForum encontra-se na Avinguda Francesc Ferrer i Guàrdia, 6-8. Apesar de estar no bairro de La Font de la Guatlla, encontra-se ao lado do Parc de Montjuïc. Veja aqui a localização no mapa. A estação de metrô mais próxima é a Plaça Espanya nas linhas 1 (vermelha) e 3 (verde).

Dica do passaporte BCN

CaixaForum, Barcelona

O centro cultural conta com um agradável café, decorado com móveis de design e preços muito camaradas. E você ainda tem wifi de graça! Ótimo lugar para um pit-stop.

Não deixe de visitar o terraço do edifício que tem um curioso relevo e lindas vistas dessa parte da cidade.

CaixaForum, Barcelona

[pinit count="horizontal"]

Palau Baró de Quadras

Palau Baró de Quadras, Barcelona

Fachada da Avenida Diagonal

Entre 1902 e 1903, o arquiteto modernista Puig i Cadafalch trabalhou na reforma de um bloco de apartamentos, na rua Rosselló, atendendo uma solicitação do Baró de Quadras. O arquiteto transformou completamente o prédio, acrescentando uma característica muito singular: fachadas voltadas para duas ruas diferentes.

Palau Baró de Quadras, Barcelona

Fachada do Carrer Rosselló

Uma das fachadas, voltada para a avenida Diagonal, é um autêntico palácio neogótico, no estilo tão característico de Puig i Cadafalch.

Palau Baró de Quadras, Barcelona

Palau Baró de Quadras, Barcelona

Essa fachada está repleta de esculturas de personagens medievais, muitos motivos vegetais e heráldicos.

Palau Baró de Quadras, Barcelona

Palau Baró de Quadras, Barcelona

A outra fachada, que está voltada para o carrer Rosselló, tem as características de um bloco de apartamentos modernista, com alguns traços típicos da secessão vienense (movimento liderado por Gustav Klimt que buscava a ruptura com a tradição acadêmica dessa parte da Europa).

Palau Baró de Quadras, Barcelona

O interior, também modernista, mistura estilos que vão do neogótico ao neoarabesco.

Palau Baró de Quadras, Barcelona

A porta da fachada da avenida Diagonal exibe um maravilhoso trabalho em forja e vidro, obra de Manuel Ballarín.

Palau Baró de Quadras, Barcelona

Os mosaicos romanos e outros detalhes ajudam a dar um certo sabor oriental à obra.

Visita

O Palau Baró de Quadras foi até julho de 2013 a sede da Casa Asia, uma institução pública que foi criada em 2001 para promover as relações culturais e econômicas com a Ásia. O Palau é hoje a sede do Institut Ramon Llull.

O Palau abriu para visitação em 2016. A página web do Palau contém muitas informações de interesse. Em ela podem ser consultadas todas as informações relacionadas à visita.

A visita é guiada, com uma duração de 60 minutos.

Ingressos

ingresso

A Visit Barcelona Tickets é a loja oficial de turismo da cidade de Barcelona, parceira do passaporte BCN. Saiba mais sobre ela aqui. Na Visit Barcelona Tickets você compra seus ingressos para o Palau Baró de Quadras aqui.

Como chegar

O Palau Baró de Quadras encontra-se no número 373 da avenida Diagonal, próximo da parte superior do Passeig de Gràcia. Veja aqui a localização no mapa. A estação de metrô mais próxima é a Diagonal nas linhas 3 (verde) e 5 (azul).

Dica do passaporte BCN

É fácil dar uma passada rápida para conhecer o Palau Baró de Quadras em qualquer roteiro entre o bairro de Gràcia e o Eixample.

Não muito longe do Palau Baró de Quadras encontram-se outras casas modernistas muito interessantes, incluindo a Casa Comalat, La Pedrera (Casa Milá), a Casa Fuster, a Casa Serra e a Casa Terrades (Casa de les Punxes).

[pinit count="horizontal"]

Casa Terrades (Casa de les Punxes)

Casa Terrades / Casa de les Punxes, Barcelona

Uma das obras mais grandiosas do modernismo de Barcelona é a Casa Terrades, conhecida popularmente como Casa de les Punxes (casa das pontas). Mais uma obra do arquiteto modernista Josep Puig i Cadafalch, contratado pelas irmãs Terrades para a reforma de três imóveis que ocupavam essa área.

Casa Terrades / Casa de les Punxes, Barcelona

O resultado da reforma, terminada em 1905, foi a união dos três imóveis em um único prédio, que ocupa um quarteirão inteiro na avenida Diagonal, no distrito do Eixample.

Casa Terrades / Casa de les Punxes, Barcelona

A inspiração medieval, tão característica de Puig i Cadafalch, é muito evidente aqui, a tal ponto que as quatro torres redondas fazem com que o prédio pareça um castelo. No alto das torres e  em pontos do telhado é possível notar as “punxes”.

Casa Terrades / Casa de les Punxes, Barcelona
Casa Terrades / Casa de les Punxes, Barcelona
Casa Terrades / Casa de les Punxes, Barcelona

A decoração, realizada em estilo gótico, lembra elementos de outras obras do arquiteto, como a Casa Amatller, a Casa Serra ou a Casa Macaya.

Casa Terrades / Casa de les Punxes, Barcelona

No alto das fachadas, é possível ver vários painéis de cerâmica com motivos patrióticos catalães.

Casa Terrades / Casa de les Punxes, Barcelona

O painel mais conhecido é o que representa Sant Jordi (São Jorge), no qual aparece a frase “Sant Patró de Catalunya, torneu-nos la llibertat” (“santo padroeiro da Catalunha, nos devolva a liberdade”). Um texto bastante controverso, que sobreviveu à ditadura franquista sem ter sido alterado.

Visita

A Casa de les Punxes abriu para visitação em 2016. A página web da Casa contém muitas informações de interesse. Em ela podem ser consultadas todas as informações relacionadas à visita.

A visita é realizada na companhia de um audioguia, disponível em 10 idiomas, incluindo o português.

Ingressos

ingresso

A Visit Barcelona Tickets é a loja oficial de turismo da cidade de Barcelona, parceira do passaporte BCN. Saiba mais sobre ela aqui. Na Visit Barcelona Tickets você compra seus ingressos para a Casa de les Punxes aqui.

Como chegar

A Casa de les Punxes encontra-se na avenida Diagonal, 416-420. Veja aqui a localização no mapa. A estação de metrô mais próxima é a Verdaguer na linha 5 (azul).

Dica do passaporte BCN

Não muito longe da Casa de les Punxes estão outras casas modernistas muito interessantes, incluindo La Pedrera (Casa Milá), o Palau Baró de Quadras, a Casa Fuster, a Casa Serra e a Casa Comalat.

[pinit count="horizontal"]

Casa Serra

Casa Serra, Barcelona

A Casa Serra é um pequeno palácio construído pelo arquiteto modernista Puig i Cadafalch para ser a residência de Pere Serra, que nunca chegou a habitá-la.

A Casa Serra foi usada inicialmente como colégio de freiras e hoje é a sede da Diputació de Barcelona (o governo da província de Barcelona). Atualmente o prédio modernista é uma bela fachada para o prédio contemporâneo que está logo atrás.

Casa Serra, Barcelona

É uma das obras mais representativas do arquiteto, onde se mesclam influências góticas e renascentistas.

Casa Serra, Barcelona

O arquiteto chegou a reproduzir a porta da casa Gralla, que se encontrava no Barri Gòtic e foi destruída em 1856.

Casa Serra, Barcelona

O primeiro andar da fachada está decorado com bustos de personagens como Cervantes e Wagner.

Como chegar

A Casa Serra encontra-se na Rambla de Catalunya, 126. Veja aqui a localização no mapa. A estação de metrô mais próxima é a Diagonal nas linhas 3 (verde) e 5 (azul).

Dica do passaporte BCN

A Casa Serra fica na parte superior da agradável Rambla de Catalunya, que vale muito a pena percorrer. Veja em Rambla de Catalunya todos os demais textos do passaporte BCN sobre essa área.

[pinit count="horizontal"]

Casa Martí, Els Quatre Gats

Els Quatre Gats, Barcelona

La Casa Martí é um prédio neogótico do arquiteto modernista Puig i Cadafalch, construído entre 1895 e 1896. Além de destacar-se pela arquitetura, foi um ponto de encontro de grandes artistas e intelectuais de Barcelona.

Els Quatre Gats, Barcelona

No andar térreo, La Taverna dels Quatre Gats era um bar-restaurante e ao mesmo tempo um dos centros da vida artística e cultural da cidade, entre o final do século XIX e princípio do XX. Aqui aconteceu a primeira exposição de desenhos de Pablo Picasso. Els Quatre Gats foi o epicentro de novas tendências artísticas vindas do norte da Europa, estabelecendo um paralelo com o café “Le Chat Noir” (o gato negro) de París.

Els Quatre Gats, Barcelona
Els Quatre Gats, Barcelona
Els Quatre Gats, Barcelona

Na parte externa podem ser observadas grandes janelas com vitrais coloridos, emolduradas por um impressionante trabalho escultórico e com um belo trabalho em forja.

Els Quatre Gats, Barcelona
Els Quatre Gats, Barcelona

O interior mantém a mobília medieval, desenhada por Puig i Cadafalch, e a grande cópia da pintura Ramón Casas y Pere Romeu en un tándem na parede, mostrando Casas e Romeu em uma bicicleta de dois assentos. O quadro original encontra-se no MNAC (Museu Nacional d’Art de Catalunya).

Els Quatre Gats, Barcelona
Els Quatre Gats, Barcelona

Restaurante

O restaurante continua funcionando até hoje. Está especializado em culinária catalã. Para fugir dos preços salgados dos restaurante, indicamos aproveitar o “menú del dia”, um cardápio no horário do almoço que inclui dois pratos, sobremesa e bebida (incluindo vinho). É possível também entrar fora do horário das principais refeições para tomar um café e um docinho.

Vale a pena ir até o Quatre Gats e fazer uma pequena viagem ao passado de Barcelona. Veja mais informações no site oficial do Els Quatre Gats, que abre todo dia de 9:00h até 1:00h da madrugada.

Como chegar

A Casa Martí / Els Quatre Gats encontra-se na rua Montsió, 3. Veja aqui a localização no mapa. A estação de metrô mais próxima é a Plaza Catalunya, pela qual circulam várias linhas de metrô e trem da cidade.

Dica do passaporte BCN

Els Quatre Gats, Barcelona

Não deixe de entrar em Els Quatre Gats, nem que seja para tomar um café.

[pinit count="horizontal"]

Casa Amatller

Casa Amatller, Barcelona

A Casa Amatller é uma das obras modernistas mais importantes da cidade. Encontra-se no Passeig de Gràcia, no coração da Barcelona modernista, vizinha de parede da maravilhosa Casa Batlló, que tenta ofuscar sua beleza.

Casa Amatller, Barcelona

Em 1898, Antoni Amatller, que era industrial do chocolate, comprou a casa para que fosse sua residência. Como o prédio não tinha nada de especial, Amatller solicita ao arquiteto modernista Puig i Cadafalch a reforma integral do edifício. Puig i Cadafalch tranformou a Casa Amatller em um palácio gótico urbano, seguindo seu estilo pessoal, que o diferenciava de outros arquitetos modernistas.

Casa Amatller, Barcelona

A rica fachada, que já foi descrita como a “apoteose das artes decorativas”, tem influências da arquitetura de palácios do norte da Europa e está coroada por um espetacular frontão flamengo, decorado com azulejos vitrificados.

Casa Amatller, Barcelona
Casa Amatller, Barcelona

As figuras que aparecem na fachada recriam criaturas fantásticas típicas de construções góticas.

Casa Amatller, Barcelona
Casa Amatller, Barcelona

O interior da casa está ricamente decorado.

Casa Amatller, Barcelona
Casa Amatller, Barcelona
Casa Amatller, Barcelona
Casa Amatller, Barcelona

La manzana de la discordia

Manzana de la Discordia, Barcelona

“Manzana de la discordia”, expressão que faz referência à mitologia grega, aplica-se ao trecho do Passeig de Gràcia, compreendido entre o carrer d’Aragó e o carrer del Consell de Cent.

“Manzana”, que em espanhol significa tanto maçã como quarteirão, lembra a maçã dourada da discórdia e refere-se ao trecho onde três casas modernistas e seus respectivos autores competiram entre si pelo título de a mais bela. Essas casas foram realizadas pelos três arquitetos mais importantes do modernismo catalão: a Casa Lleó Morera de Domènech i Montaner, a Casa Amatller, de Puig i Cadafalch, e a Casa Batlló de Antoni Gaudí.

A grande rivalidade profissional e as propostas arquitetônicas, para esse trecho do Passeig de Gràcia, estabeleceram uma relação com o mito do “Pomo da Discórdia” e foram objeto de comentários e críticas na época.

Visita

Casa Amatller, Barcelona

A Casa Amatller abriu as portas à visitação em 2015, depois de uma detalhada restauração. Há visitas guiadas ao andar principal da casa, de uma hora de duração, entre as 10h e as 19h, de segunda a domingo. O preço atualizado dos ingressos pode ser conferido aqui.

Casa Amatller, Barcelona

Os ingressos podem ser comprados na bilheteria que há no andar térreo da casa.

Como chegar

A Casa Amatller se encontra no número 41 do Passeig de Gràcia. Veja aqui a localização no mapa. A estação de metrô mais próxima é a Passeig de Gràcia nas linhas 2 (lilás), 3 (verde) e 4 (amarela).

Dica do passaporte BCN

Se você gosta do estilo de Puig i Cadafalch, não deixe de visitar também a fantástica Casa Macaya.

[pinit count="horizontal"]