Palau Güell

Palau Güell, Barcelona

As estreitas ruas do bairro de El Raval escondem uma obra muito importante do genial Antoni Gaudí: o Palau Güell (não confundir com outra obra de Gaudí com nome parecido, o Park Güell).

Antoni Gaudí, Barcelona

Gaudí, então com 34 anos de idade, recebeu a incumbência de construir a residência da família Güell, que ocorre entre 1886 e 1888. Eusebi Güell foi um importante empresário e grande mecenas da cultura catalã. Apostou no talento de Antoni Gaudí quando o arquiteto ainda não tinha atingido a fama.

Antoni Gaudí, Barcelona

Güell não optou pelo elegante bairro de Eixample, preferindo aproveitar uma casa em Las Ramblas para expandí-la e construir sua nova moradia no vizinho El Raval, um bairro antigo e sem glamour.

Gaudí teve liberdade orçamentária para criar um palácio capaz de receber reuniões políticas, culturais e artísticas. O resultado desse trabalho foi um dos primeiros prédios modernistas do mundo.

A fachada foi revestida de pedra e adornada com um maravilhoso trabalho feito em ferro.

Antoni Gaudí, Barcelona
Antoni Gaudí, Barcelona
Antoni Gaudí, Barcelona
Antoni Gaudí, Barcelona

No interior, Gaudí usou os melhores materiais, incluindo o mármore.

Antoni Gaudí, Barcelona
Antoni Gaudí, Barcelona
Antoni Gaudí, Barcelona

Antoni Gaudí, BarcelonaAntoni Gaudí, Barcelona
Antoni Gaudí, BarcelonaAntoni Gaudí, Barcelona
Antoni Gaudí, BarcelonaAntoni Gaudí, Barcelona
Antoni Gaudí, BarcelonaAntoni Gaudí, Barcelona
Antoni Gaudí, BarcelonaAntoni Gaudí, Barcelona

O salão central é o espaço mais importante do Palau. Tem uma atmosfera muito peculiar, despertando em cada pessoa diferentes sensações. A sala articula também a estrutura do prédio.

Antoni Gaudí, Barcelona
Antoni Gaudí, Barcelona
Antoni Gaudí, Barcelona

No terraço, 20 chaminés coloridas, todas com diferentes formas, sinalizam uma festa que contrasta com a escuridão do subsolo do prédio.

Antoni Gaudí, Barcelona

As chaminés assemelham-se a árvores e nelas Gaudí usou pela primera vez o trencadís, fragmentos de cerâmica esmaltada com funções decorativas, que se transformaria em uma de suas marcas registradas. Gaudí produziu outro espetacular terraço com chaminés em La Pedrera (Casa Milá), muitos anos depois.

AntonBarcelona

As chaminés foram restauradas entre 1988 e 1992. O Palau passou por uma grande obra de restauração entre 2004 e 2011, quando finalmente reabriu suas portas.

Palau Güell, Barcelona

Visita

O Palau Güell abre o ano todo de terça a domingo. Fica fechado às segundas-feiras (exceto se for feriado, que então estará aberto) e também nos dias 1 e 6 de janeiro e nos dias e 25 e 26 de dezembro. Fecha também durante a terceira semana de janeiro para manutenção anual.

Pode conferir horários e preços dos ingressos no site oficial de turismo de Barcelona aqui.

Como chegar

O Palau Güell está na rua Nou de la Rambla, 3, no bairro do El Raval, muito perto de Las Ramblas. Veja aqui a localização no mapa. As estações de metrô mais próximas são a Liceu e a Drassanes na linha 3 (verde).

Dica do passaporte BCN

A parte do bairro de El Raval, situada entre a rua Nou de la Rambla, onde está o Palau Güell, e o mar, não é muito recomendável, especialmente depois de anoitecer. Mas aproveite que está na entrada do bairro para conhecer seus principais atrativos turísticos, da rua Nou de la Rambla para o norte.

18 comentários em “Palau Güell”

    • Luciana, pergunta difícil. Tentamos ir no Palau Güell com um casal de amigos agora em agosto (já estivemos antes, mas é um lugar tão bonito que queriamos que eles conhecessem também), e quando chegamos na bilheteria, no começo da tarde, já não tinha mais ingressos para esse dia. O Palau não atrai grandes multidões, mas só é permitido o ingresso de um pequeno número de pessoas ao mesmo tempo no interior do Palau. Setembro é ainda alta temporada, e a chegada de vários cruzeiros em Barcelona no mesmo dia, pode gerar um volume muito grande de pessoas querendo visitar as atrações turísticas. Se você não quiser arriscar, compre online com horário marcado. Se você não quiser comprar online, vá até o o Palau logo de manhã, se não tiver ingressos para o primeiro horário, sempre vai dar para comprar ingressos para outro horário no mesmo dia e, enquanto isso, continuar seu passeio. Abraço.

      Responder
  1. Valeu Tony,

    muito obrigada pela atenção. Acho que vou deixar para comprar os ingressos lá mesmo, já que terei alguns dias para visitar a cidade. Irei comprar on line o ingresso para casa Mila e Batló, para Sagrada Família, já comprei.

    Abraços.

    Responder
    • Prezado Leonardo, tudo dependerá do número de dias que você dedicará a Barcelona e do seu interesse pela arquitetura e pelo modernismo. O Palau é um lugar lindíssimo, mas achamos mais prioritário visitar a Sagrada Família, o Hospital de Sant Pau, o Palau de la Música Catalana e a Casa Batlló. Abraço.

      Responder
  2. Tony, boa tarde!

    Quanto tempo demora a visita ao Palau Guel? Iremos fazer o roteiro das Ramblas, e gostaria de saber se a duração de 1/2 dia inclui a visita dentro das atrações.

    Obrigada!

    Responder
    • Prezada Amanda, como descrito no texto do roteiro Las Ramblas, a visita ao Palau Güell está contemplada no roteiro. Deve levar, no máximo, duas horas. Cada roteiro traz a indicação se está prevista ou não a visitação das atrações ao longo dos roteiros. Abraço.

      Responder
  3. Bom dia Tony ! tudo bem ?

    Então pela sua dica acabei desistindo de colocando o roteiro do bairro gotico junto com as casas do gaudi..batlo e mila …..achei que o roteiro 6 com palau guell seria mais interessante para fazer a tarde porque os dois podem ser feito tudo a pé né ? E ha necessidade de comprar antecipado para o palau guell ? porque nao sabemos o horario exato que chegaremos la ….

    Responder
    • Bom dia, João Carlos, por aqui tudo bem. Na temporada baixa, não é imprescindível comprar os ingressos para o Palau Güell de forma antecipada. É importante prestar atenção ao horário de visitas do Palau, para não acabar entrando nele tarde demais. Abraço.

      Responder
  4. Irei à Barcelona em julho. Pretendo comprar lá a entrada para o Palau Guell, a depender do desenrolar da nossa programação. Acha viável comprar ingresso lá na bilheteria, para visitar no dia seguinte, ou no dia subsequente?

    Responder
  5. Olá, Tony! Parabéns pelo trabalho! Já visitei Barcelona 2 vezes e suas dicas foram preciosas para minhas viagens. Pretendo retornar à cidade no início de 2018. Desta vez, gostaria de conhecer o Palau Guell. Você diz que ele fica fechado de 6 a 13 de janeiro para manutenção, mas no site oficial a informação é de que essa manutenção acontece na terceira semana do mês. Como vou chegar em Barcelona no dia 5 de janeiro para ficar até dia 9, gostaria de esclarecer essa dúvida.O que você me sugere? Grata.

    Responder
    • Prezada Vera, seja bem-vinda mais uma vez ao passaporte BCN. A informação que aparece no texto acima era correta quando publicamos o texto, mas as datas de fechamento para a manutenção anual mudaram. A informação correta é a que aparece no site do Palau Güell (e agora no texto acima, que acabamos de atualizar). Abraço.

      Responder
  6. Oi, de novo, Tony! Quando você diz que não é recomendável, devo então evitar ir do palau guel até o gato de botero e de lá ao monumento a Colombo à noite em maio (ainda estará claro)?

    Responder
    • Na verdade, a parte complicada é da rua Nou de la Rambla na direção do mar. Pode chegar até o Gato do Botero sem muitos problemas. Abraço.

      Responder

Deixe um comentário